Na Semente adoramos aprender palavras que nos ajudem a ver e compreender o mundo que nos
rodeia em toda a sua diversidade.

Enche-nos de alegria poder nomear a bolboreta macaom que sai do seu casulo, o lagarto
arnal que nos vem visitar os dias de sol, os ferreirinhos e carriças do quintal, as píntegas e limpafontes do monte das Moas, a figueira que caiu na trevoada ou o minhato queimado que sobrevoa a escolinha.

Sabemos bem que a riqueza está também na fala.

Deixa unha resposta

O teu enderezo electrónico non se publicará Os campos obrigatorios están marcados con *